investimentos

VERDADES SOBRE COMO INVESTIR NA BOLSA DE VALORES

Investir na bolsa de valores requer um pouco de estudo, paciência, motivação, mas principalmente muita coragem. Se você deseja saber como investir na bolsa de valores é porque possui algum interesse no assunto, entretanto não vá achando que todo investidor acaba rico como “O Lobo de Wall Street”, porque na verdade é preciso também um pouquinho de sorte – mesmo que os estudiosos digam que não.

Saiba abaixo dicas de como investir na bolsa de valores da forma correta para não acabar perdendo tudo, como indica o blog Power Profit Systems.

  1. Você não precisa de muito para ter retorno

Muitas pessoas acreditam que é preciso começar investindo bastante para que o retorno seja bastante também, mas aí que está o erro. O valor do seu investimento não reflete o quanto você pode ganhar. Você pode investir R$ 100 e depois de 3 anos receber R$ 10.000, se fizer as análises corretas e estudar bastante o mercado.

  1. Como escolher onde investir?

Para saber quais as melhores empresas para investir e vender ações na bolsa de valores você não precisa de um time de analistas ou ter informações supersecretas. A internet está aí para todos e gráficos dos desempenhos das ações em empresas são divulgados constantemente, basta acompanhar para saber onde e como investir na bolsa de valores.

  1. É preciso estudar muito

Os maiores relatos de sucesso de investimentos na bolsa de valores estão diretamente ligados ao fato da pessoa ter “quebrado a cara” algumas vezes, desistido, começado a estudar durante anos, e retornado. É um padrão que normalmente dá certo, e dispor um tempo para se dedicar a entender o mercado e fazer simulações de compras de ações é bastante importante para que você saiba como investir na bolsa de valores corretamente.

  1. Seja humilde

Ainda que você acredite que já tenha estudado o suficiente para começar a investir, você precisa ser realista e humilde. Seja disciplinado e saiba onde e quando começar e parar.

Cursos Online, investimentos, tesouro nacional

3 dicas para investir no Tesouro Direto

Ao longo dos últimos uma das aplicações que tem sido bastante procurada pelos brasileiros são os títulos públicos do Tesouro Direto. Os pequenos poupadores têm retirados suas economias das tradicionais cadernetas de poupança devido aos péssimos resultados apresentados. Para ter sucesso nesse novo investimento, confira algumas dicas para investir no Tesouro Direto.

A principal vantagem desse tipo de investimento é por atender diferentes públicos, pois exige uma quantia extremamente baixo quando se comparada com outros tipos de aplicações para investir. A partir de trinta reais já é possui começar a comprar os títulos públicos. Por isso, não há dúvidas de que se tornou uma opção bastante interessante para poupar dinheiro. Veja tudo sobre investimentos em Mago do Mercado.

Confira algumas dicas para dicas para investir no Tesouro Direto.

Estabelecer objetivos

Mesmo que seja uma excelente opção de rendimento quando comparada a outras formas de aplicações como, por exemplo, a poupança, é importante que o investidor tenha em mente que é preciso definir alguns objetivos claros antes de começar a aplicar.

Por isso, para entender bem qual será o valor investido pode se consultar simuladores para entender qual será a rentabilidade do título público para um determinado período. Essa é uma grande dica para investir no Tesouro Direto.

Economia

Apesar de ser uma opção de investimento que conta com a segurança Fundo Garantidor de Crédito para aplicações realizadas com o valor de até duzentos e cinquenta mil, é imprescindível que o investidor esteja atento aos sinais da economia já que pode ser uma escolha mais sábia realizar a retirada dos investimentos.

Corretora

Um bom investidor precisa contar com um serviço de qualidade para conseguir trabalhar tranquilamente na análise dos títulos públicos que pretende comprar, por isso é indispensável contar com ajuda de uma excelente corretora.

Vale a pena ainda destacar que quando se tem acesso a esse tipo de serviço pode-se obter uma certa vantagem na compra dos títulos públicos. Essa é outra dica para investir no Tesouro Direto.